Já começaram as obras que levarão à criação de uma superfície comercial em Valença.

Recordamos que, os terrenos, situados em frente ao quartel dos bombeiros voluntários, já tinham sido adquiridos há mais de duas décadas mas a licença acabou por não ser concedida, quer por não agradar ao instituto do património (“solução de caixotes à antiga portuguesa”) e também por oposição das estruturas representativas do comércio tradicionais. O contencioso judicial então gerado deu origem a que o previsto hipermercado da Sonae acabasse por ir parar ao vizinho concelho de Monção.

Entretanto, com o “aclarar” do plano de urbanização que permite ali comércio surgiu uma “solução equilibrada” com uma superfície comercial idêntica à do Continente de Vila Praia de Âncora.

Este investimento, que criará 50 postos de trabalho, vai levar a uma requalificação dos acessos da zona envolvente.

Duas novas rotundas irão surgir, uma no cruzamento da Rua José Maria Gonçalves com a Rua Nossa Sr.ª de Fátima e outra na saída do IP1, onde atualmente existem semáforos.

Partilhar:

Deixe um Comentário