A investigadora valenciana Joana Moscoso, do i3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, foi reconhecida com o prémio «MIT Innovators Under 35»  – categoria “Humanitarians” – pelo trabalho em comunicação de ciência que tem desenvolvido com comunidades imigrantes ao longo dos últimos cinco anos, através da empresa de que é cofundadora, a Native Scientist.

O “MIT Innovators Under 35” é a mais importante distinção atribuída pela MIT Technology Review – revista publicada pelo prestigiado Massachusetts Institute of Technology – e visa “dar visibilidade ao trabalho dos mais jovens e talentosos líderes tecnológicos, capazes de materializar ideias que vão revolucionar o mundo da tecnologia e dos negócios num futuro próximo.

Realizada anualmente desde a criação da revista, em 1999, a iniciativa tem uma edição europeia e uma latino-americana. Joana Moscoso foi a única representante portuguesa entre os 35 europeus distinguidos este ano nas cinco categorias premiadas (Entrepreneurs, Humanitarians, Inventors, Pioneers e Visionaries).

O galardão foi entregue no passado dia 14 de setembro, em Paris.

Partilhar:

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*