Valença está entre as 10 cidades portuguesas que vivem mais o Natal. De acordo com um ranking divulgado recentemente pelo site Sapo Viagens, aquela cidade alto-minhota ocupa o 10º posto numa lista liderada por Lisboa. No segundo lugar aparece Braga, seguindo-se Funchal e Santa Maria da Feira. Contrariando a ‘lógica’ de outros rankings, o Porto surge aqui apenas no quinto posto. Na outra metade da tabela estão Bragança, Leiria, Guimarães, Guarda e Valença.

Recorde-se que Valença está entre os Municípios alto-minhotos com um dos programas natalícios mais longos. Arrancou no passado dia 1 de dezembro com várias iniciativas, desde a ligação das iluminação natalícia até à abertura da pista de gelo que tem feito as delícias de miúdos e graúdos no Jardim Municipal da cidade. Ao longo deste mês de dezembro, já passaram pela Fortaleza milhares de visitantes sobretudo durante as iniciativas Mercado de Natal e Fortaleza de Chocolate.

Até 8 de janeiro, Valença é também palco da maior exposição de presépios do país. Madeira, ferro, barro, papel, pano ou musgo. Estes são alguns dos materiais vários que dão forma neste Natal a expressões artísticas que fazem de Valença a maior mostra do território nacional neste campo. Ao todo, são cerca de 400 os presépios espalhados pela via pública, numa iniciativa municipal que visa promover a atratividade da cidade nesta época. Nos últimos anos, a autarquia tem registado um total a superar os 30 mil visitantes durante a época natalícia. É uma iniciativa da Câmara Municipal, do comércio, das associações e coletividades.

No total, são 38 dias de animação alusiva à época que vão culminar a 5 de janeiro com mais uma edição da Cavalgata Internacional dos Reis. A saída está marcada para as 16h00 (hora portuguesa), nos Bombeiros de Valença. Carruagens alegóricas, charangas, bandas de música, grupos de janeiras, 10 carros alegóricos, mais de 200 figurantes e mais mil quilos de caramelos sem gluten darão vida à cavalgata num percurso de cinco quilómetros.

Partilhar:

Deixe um Comentário