A Administração Regional de Saúde do Norte, em parceria com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, assinou novos contratos no âmbito da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, prosseguindo, desta forma, o alargamento assistencial nesta área da prestação.

Os compromissos agora assumidos vêm garantir, mais 14 camas na Unidade de Convalescença de Valença (Unidade Local de Saúde do Alto Minho).

O protocolo hoje assinado pelo Ministério da Saúde com várias instituições – diz a ARS/Norte – faz com que a capacidade total instalada seja, agora, de 4 390 camas na região norte, a que corresponde um encargo financeiro do Estado, anual, da ordem de 55 milhões de euros.

Partilhar:

A sua opinião é importante