Valença vai ser palco entre esta sexta-feira e domingo de mais uma edição do Fim-de-Semana Gastronómico. A iniciativa calha às portas do feriado municipal, 18 de fevereiro, dia em que os valencianos celebram S. Teotónio – padroeiro da cidade. O Bacalhau à São Teotónio será, por isso, o grande protagonista à mesa de várias dezenas de restaurantes espalhados pelo concelho.

A atividade, organizada pela Câmara de Valença, arranca na sexta-feira, dia 15. Durante três dias, valencianos e visitantes poderão provar o afamado Caldo Verde e os Borrachinhos de Valença, como sobremesa.
Valença tem uma larga e conceituada tradição de preparar e apresentar o bacalhau. É o produto gastronómico mais presente na restauração local. Acompanham os Borrachinhos de Valença, uma sobremesa tradicional de Valença. Uma iguaria da doçaria conventual valenciana à base de pão, canela, açúcar e raspa de limão, bem encharcado numa calda digna dos deuses à base de mel, vinho tinto, canela, entre outros ingredientes.

 

Bacalhau com Nome de Santo
O bacalhau à São Teotónio, é um prato de sabor genuíno digno do prazer dos deuses, com nome de santo, em homenagem ao primeiro santo português, natural de Valença.
Há séculos que por Valença se apuram os sabores e a arte de apresentar   as receitas de bacalhau. O bacalhau é um produto, há muito presente na gastronomia valenciana e que atrai, até nós, visitantes de toda a Península Ibérica para saborear as múltiplas formas de o confecionar.

A Melhor Sopa de Portugal
Neste fim de semana não podia faltar o Caldo Verde de Valença, eleita uma das Maravilhas Gastronómicas de Portugal.

Borrachinhos Conventuais
Os “Borrachinhos de Valença”, são uma sobremesa conventual tradicional e a proposta doce de Valença. Uma iguaria à base de pão, canela, açúcar e raspa de limão, bem encharcado numa calda digna dos deuses à base de mel, vinho tinto, canela, entre outros ingredientes.

Partilhar:

Deixe um Comentário